Babado






notícia publicada em 15/05/2005 às 17:06

Casa de Cera: Paris Hilton encanta e diverte em interpretação de si mesma



Por Daniel Marcusso

Estréia no próximo dia 3 de junho nas telonas brasileiras Casa de Cera (House of Wax), longa-metragem de terror, dirigido pelo estreante Jaume Serra, baseado no clássico da década de 50 estrelado por Vincent Price. Além de ser um bom filme da atual safra americana do gênero, o filme é o début da polêmica herdeira milionária, estilista, empresária, cantora e estrela de reality show Paris Hilton.

No papel de Paige Edwards, melhor amiga da protagonista interpretada por Elisha Cuthbert (24 horas, Show de Vizinha), Paris, com todo charme que lhe é peculiar, principalmente para aqueles que não perdem um episódio de The Simple Life, interpreta a si mesma num realismo divertidíssimo e, como não poderia deixar de ser, encantador.

Famosa desde que um vídeo pornô “estrelado” que gravou com o então namorado Rick Salomon vazou na Internet, inclusive enquanto rodava “Casa” na Austrália, a atriz emprestou para Paige tudo o que tem de melhor, como por exemplo ser sexy e ao mesmo tempo sustentar seu famoso ar blasé independente de estar fazendo um striptease em uma barraca armada no meio do mato para o namorado ou estar fugindo de um assassino vestindo apenas um conjuntinho de lingerie vermelho.

O que diferencia a estrela de qualquer aspirante à fama é que uma performance como a sua, que poderia resultar em um fiasco, acaba se tornando num atrativo a mais, nesse caso para se gostar de Casa de Cera. Quando o filme foca suas câmeras em Paris, usa e abusa de seus atributos. Não só os físicos, mas também os de sua personalidade/personalidade de sua personagem.

Não por acaso, até o filme pornográfico da vida real, que pode ser comprado em DVD nos Estados Unidos com o sugestivo nome de One Night in Paris, é citado em Casa de Cera: em um momento caliente com seu namorado Blake (Robert Ri’Chard) um amigo do casal, Dalton (Jon Abrahams) faz uma espécie de filme amador dos dois, no que, em entrevista sobre a cena, Paris declarou ser a mais pura expressão da capacidade que ela tem de rir de si mesma. E quem melhor do que ela para fazer graça de si própria?



Veja mais notícias de: Paris Hilton