Babado






notícia publicada em 02/11/2003 às 17:09

Quase Famosos: Diógenes e Daniel entrevistam Iara Negrete



Divulgação

Iara Negrete - A professora dos Popstars

Ela é treinadora vocal do programa Popstars, do SBT. Na primeira edição, em 2002, Iara Negrete, 38, ajudou na preparação do grupo Rouge e agora tem como alunos os meninos do BR'OZ, banda formada na nova versão do programa. Cantora profissional, ela lançou recentemente o CD Iara Negrete Canta Divas Acústico, com grandes sucessos do pop internacional.

Você é cantora profissional, mas ficou conhecida do grande público como treinadora vocal do Popstars. Como encara essa experiência?

Não é nenhum desmerecimento ficar conhecida como treinadora vocal. No mínimo existe credibilidade em meu trabalho. Poder passar um pouco do meu conhecimento para as pessoas é gratificante. Espero agora poder me mostrar como cantora. Estou lutando muito por esse sonho.

Os convites para shows aumentaram após o programa?

O Popstars, com certeza, foi a grande vitrine da minha vida profissional. As pessoas me procuram principalmente para aulas, mas já existem algumas pessoas interessadas em show sim! Estou pensando seriamente, em abrir uma escola de música, paralelamente à minha carreira de cantora.

Como é o assédio do público?

As pessoas têm um carinho enorme e eu dou toda a atenção possível. Respondo e-mails, dou autógrafos. É o mínimo que posso fazer. Faço todo que sempre fiz no meu dia-a-dia, porém, vou ao mercado e shopping em horários mais tranqüilos. Nem com óculos escuro e toquinha dá pra disfarçar que sou eu.

A primeira avaliação deste Popstars, no Sambódromo de São Paulo, teve 5400 candidatos. Dá para avaliar tanta gente de uma vez?

É possível avaliar sim. Nos dividimos e ficamos em frente a cada um deles o tempo suficiente para saber se ele tem ritmo e afinação, que é o principal nesta fase.

Considerando as diferenças vocais entre homens e mulheres, é mais difícil dar aula de canto para os meninos?

Não tive problemas para dar aulas para meninos. Já tenho alunos e basta você ter um piano para poder passar a altura das notas com maior precisão, pois nem sempre alcanço notas tão graves. Os exercícios são basicamente os mesmos para meninos ou meninas.

Alguém deu mais trabalho nas aulas?

Não me recordo de um aluno que especificamente tenha dado muito trabalho. Todos têm suas limitações. Alguns tiveram problemas de saúde e estavam roucos e acabavam cantando em tonalidades mais baixas. Acredito que em alguns casos não era exatamente um resfriado, mas sim insegurança, medo, stress...

O grupo fará o primeiro show no próximo sábado (1º de novembro. A entrevista foi feita no dia 30 de outubro). Como é a preparação para um evento como esse?

É bem cansativo esse período de ensaios que antecede o show. Diariamente, temos ensaiado os vocais de todas as músicas, o show todo com a banda, sendo que nos intervalos entre os ensaios, os meninos estão divulgando o CD em rádios, TV, fotos para revistas e jantares com fãs. Não é nada fácil. É preciso que cada um deles saiba usar bem o palco, pois há várias coreografias, além de se acostumarem com um monitor auditivo, com que nenhum deles tinha experiência. Além de tudo isso, ter as vozes harmonizadas e interpretar como nunca. É uma loucura. Por isso temos tantos ensaios. Meu trabalho é deixar a parte vocal muito clara, dar dicas na interpretação, etc.

Qual grupo deu mais trabalho no treinamento? Rouge ou BR'OZ?

Nossa primeira experiência foi o Rouge e por sorte, elas estavam mais preparadas quanto à interpretação, mas precisavam conviver juntas, trabalhar em grupo, para amadurecer timbragem, vocal, etc... Com os meninos deu um pouquinho mais de trabalho. Eles se harmonizam muito bem juntos, principalmente no palco; mas tive que dar algumas aulinhas particulares para melhorar alguns detalhes de interpretação.

O Popstars não foi um fenômeno de audiência, mas as duas bandas se tornaram fenômenos de vendagem. Qual a explicação para isso?

Realmente, muitas pessoas que não assistiram ao programa gostam muito do resultado. Não fazemos um trabalho pensando somente na audiência, mas sim no produto final. Um grupo de talento, que tenha a oportunidade com que tantos sonham.

O que torna uma pessoa popstar?

Muito talento, sorte, oportunidade e um bom investimento na carreira.

Como você cuida da sua voz?

Tenho uma fono, a Silvia Pinho que é maravilhosa. Ela também é fonoaudióloga do Rouge e, agora, do BR'OZ. Não abuso da voz. Evito gritar, falar alto, cochichar e tomo vacina da gripe todo ano, além dos eternos exercícios para a voz. Mas descobri que o principal de tudo é falar corretamente. Todos temos uma tonalidade ideal de fala, pois é o que fazemos praticamente o tempo todo. Isso ajuda muito, pois uma voz bem colocada fica saudável para o canto.

Com quem você gostaria de fazer um dueto?

Com os meninos do BR'OZ. Já pensamos até na música. E com Pedro Camargo Mariano.

Para que artista você daria umas aulas a mais?

Daria muuuuuuuuuuuitas aulas para a Syang.

Por que pijama tem bolso?

Pra guardar os sonhos.

Qual a melhor posição para cortar as unhas do pé?

Sentada, com uma competente profissional à minha frente.

Qual o lugar mais estranho em que você já cantou Parabéns pra Você?

Nenhum, por enquanto. Mas espero cantar para o presidente.