Babado






notícia publicada em 30/04/2003 às 16:57

Globo estréia Linha Direta especial Justiça em maio



Estréia no dia 8 de maio, após o seriado A Grande Família, o programa mensal Linha Direta-Justiça, uma combinação de documentário jornalístico e dramaturgia com a intenção de reconstituir a história de crimes famosos e julgamentos que ficaram marcados na memória dos brasileiros.

O programa continuará indo ao ar três vezes por mês, nas noites de quinta-feira. Mas o Linha Direta-Justiça terá como tema casos já julgados, mostrando como se investiga, se julga e se cumpre uma pena no país, e a reação das pessoas envolvidas após todo esse processo.

Na estréia do programa especial será apresentado o caso Van-Lou, que parou o Brasil na década de 70. Van e Lou são são a universitária Maria de Lourdes Leite de Oliveira e o engenheiro Wanderley Gonçalves Quintão. Eles foram acusados de matar dois ex-namorados de Lou, em 20 de novembro e 3 de dezembro de 1974. Pressionada por Wanderley, que queria se casar com ela mas sentia-se incomodado com seu passado amoroso Lou aceitou fazer um pacto com o noivo e dar fim aos ex-namorados. 

O pacto resultou no assassinato a tiros de dois ex-namorados de Lou. Os crimes ocorreram nas areias da Barra da Tijuca, que na época era um local totalmente deserto. Após um longo trabalho de investigação, a polícia encontrou os autores do crime. A prisão do casal de noivos se tornou um escândalo no Brasil sob ditadura militar, principalmente porque Maria de Lourdes era filha de um coronel do Exército com influência em Brasília.

Para produzir o primeiro programa do Linha Direta/Justiça, produtores e repórteres passaram um mês levantando documentos e localizando personagens da época. Eles checaram dezenas de volumes de documentos arquivados pela Justiça, assim como reportagens da época e livros que foram escritos sobre o caso.

Além de dramaturgia e entrevistas, o programa será narrado também pelo apresentador Domingos Meirelles. Imagens do arquivo da Rede Globo também serão usadas, entre elas a cobertura do caso pelo Jornal Nacional, apresentado à época por Cid Moreira.



Veja mais notícias de: TV Globo