Babado






notícia publicada em 04/03/2002 às 22:00

Confira os indicados ao prêmio Shell de teatro



Nos próximos dias 11 e 12 de março será realizada a entrega do prêmio Shell de teatro. A premiação elege os melhores profissionais da área do País. A versão para 2001 é referente aos espetáculos que se apresentaram entre 1º de dezembro de 2000 e 30 de novembro de 2001, nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Ao todo, são nove categorias: autor, diretor, ator, atriz, cenografia, música, iluminação, figurino e categoria especial, nesta concorrem todos os profissionais não relacionados nas demais categorias, tais como tradutor, cenotécnico, produtor etc. Os vencedores recebem um troféu do escultor Domenico Calabroni e uma premiação individual de R$ 8 mil. Confira a lista com os indicados no Rio de Janeiro Autor: Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé por Cócegas, Paulo de Moraes e Maurício Arruda por Da Arte de Subir em Telhados, Caio de Andrade por Olhos verdes de ciúme e Miguel Falabella/ Maria Carmem Barbosa por South America Way. Direção: Luiz Furlanetto por Trainspotting, Paulo de Moraes por Da Arte de Subir em Telhados, Moacyr Goes por Pinoquio e Aderbal Freire Filho por O Homem que viu o disco voador. Ator: Pedro Osório por Trainspotting, Rubens Caribé por Rei Lear, Milton Gonçalves por Conduzindo Miss Daisy e Paulo Autran por Visitando Mr. Green. Atriz: Andréa Beltrão por A Memória da Água, Heloísa Perissé por Cócegas, Stella Miranda por South American Way e Renata Calhaço por O Carrasco. Cenário: J.C. Serroni por Rei Lear, Paulo de Moraes e Gelson Amaral por Da Arte de Subir em Telhados, José Manuel Castanheira por Casa de Boneca e Carlos Alberto Nunes por Engraçadinha. Figurino: Edmar Galvão e Márcia Andrade por Cenas de uma Execução, Ney Madeira por Clara Nunes - Brasil Mestiço, Cláudio Tovar por South American Way e Samuel Abrantes por Pinoquio. Iluminação: Beto Bruel por A Memória da Água, Domingos Quinteliano por Rei Lear; Renato Machado por Engraçadinha - 12 aos 18 e Wagner Pinti por Deus Ex-Machina. Música: Claudio Botelho por Company, André Goés por Company, Josimar Carneiro por South American Way e Marcos Farias por Pinoquio. Categoria Especial: Marcelo Serrado, Eva Mariani e Bianca Felippes pela realização e direção de produção do espetáculo Viagem ao Centro da Terra, Millôr Fernandes pelas traduções de Hamlet e A Megera Domada, Stephane Brodt por maquiagem em O Carrasco, André Paes Leme por criação do projeto de Engraçadinha. Confira a lista com os indicados em São Paulo Autor: Cláudia Schapira por Bartolomeu, que será que nele deu?, Consuelo de Castro por Only You, Marta Goes, por Um Porto para Elizabeth Bishop e Alcides Nogueira por Pólvora e Poesia. Direção: Eduardo Tolentino por Os Órfãos de Jânio, Marco Antônio Rodrigues por Copenhagen, Márcio Aurélio por Pólvora e Poesia e Eduardo Tolentino por Major Bárbara. Ator: Francarlos Reis por Abajur Lilás, Norival Rizzo por Os Órfãos de Jânio, Brian Penido por Major Bárbara e Leopoldo Pacheco por Pólvora e Poesia. Atriz: Malu Pessin por Os Órfãos de Jânio; Clara Carvalho por Os Órfãos de Jânio; Cleide Queiróz por Gota D Água; Ana Lúcia Torre por Rose Rose. Cenário: Sylvia Moreira por Tio Vânia e Antes do Café, Ulisses Cohn por Copenhagen, Márcio Medina por Um Trem Chamado Desejo e Daniela Thomas e André Cortez por Nostalgia. Figurino: Lola Tolentino por Os Órfãos de Jânio, Cláudia Schapira por Bartolomeu, que será que nele deu?, Gabriel Vilela e Leopoldo Pacheco por Gota D Água, Reinaldo Lourenço por Antiga. Iluminação: PH por Copenhagen, Rodolfo Garcia Vasques por Retábulo de Avareza, Luxúria e Morte, Wagner Freire por O Evangelho Segundo Jesus Cristo e Rodolfo Garcia Vasquez por Sapho de Lesbos. Música: Chico Buarque e Edu Lobo por Cambaio, Tunica por Gravidade Zero, Tim Rescala por Um Trem Chamado Desejo e Babaya, Ernani Maletta e Fernando Muzzi por Gota D Água. Categoria Especial: Maria Thereza Vargas e Sábato Magaldi pelo livro Cem anos de Teatro em São Paulo, Curadoria do Carlton Arts por ter programado The Far Side of The Moon de Robert Lepage, Ágora, pelo pr


Babado - Famosos e celebridades pertinho de você - Confira os indicados ao prêmio Shell de teatro
Babado






notícia publicada em 04/03/2002 às 22:00

Confira os indicados ao prêmio Shell de teatro



Nos próximos dias 11 e 12 de março será realizada a entrega do prêmio Shell de teatro. A premiação elege os melhores profissionais da área do País. A versão para 2001 é referente aos espetáculos que se apresentaram entre 1º de dezembro de 2000 e 30 de novembro de 2001, nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Ao todo, são nove categorias: autor, diretor, ator, atriz, cenografia, música, iluminação, figurino e categoria especial, nesta concorrem todos os profissionais não relacionados nas demais categorias, tais como tradutor, cenotécnico, produtor etc. Os vencedores recebem um troféu do escultor Domenico Calabroni e uma premiação individual de R$ 8 mil. Confira a lista com os indicados no Rio de Janeiro Autor: Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé por Cócegas, Paulo de Moraes e Maurício Arruda por Da Arte de Subir em Telhados, Caio de Andrade por Olhos verdes de ciúme e Miguel Falabella/ Maria Carmem Barbosa por South America Way. Direção: Luiz Furlanetto por Trainspotting, Paulo de Moraes por Da Arte de Subir em Telhados, Moacyr Goes por Pinoquio e Aderbal Freire Filho por O Homem que viu o disco voador. Ator: Pedro Osório por Trainspotting, Rubens Caribé por Rei Lear, Milton Gonçalves por Conduzindo Miss Daisy e Paulo Autran por Visitando Mr. Green. Atriz: Andréa Beltrão por A Memória da Água, Heloísa Perissé por Cócegas, Stella Miranda por South American Way e Renata Calhaço por O Carrasco. Cenário: J.C. Serroni por Rei Lear, Paulo de Moraes e Gelson Amaral por Da Arte de Subir em Telhados, José Manuel Castanheira por Casa de Boneca e Carlos Alberto Nunes por Engraçadinha. Figurino: Edmar Galvão e Márcia Andrade por Cenas de uma Execução, Ney Madeira por Clara Nunes - Brasil Mestiço, Cláudio Tovar por South American Way e Samuel Abrantes por Pinoquio. Iluminação: Beto Bruel por A Memória da Água, Domingos Quinteliano por Rei Lear; Renato Machado por Engraçadinha - 12 aos 18 e Wagner Pinti por Deus Ex-Machina. Música: Claudio Botelho por Company, André Goés por Company, Josimar Carneiro por South American Way e Marcos Farias por Pinoquio. Categoria Especial: Marcelo Serrado, Eva Mariani e Bianca Felippes pela realização e direção de produção do espetáculo Viagem ao Centro da Terra, Millôr Fernandes pelas traduções de Hamlet e A Megera Domada, Stephane Brodt por maquiagem em O Carrasco, André Paes Leme por criação do projeto de Engraçadinha. Confira a lista com os indicados em São Paulo Autor: Cláudia Schapira por Bartolomeu, que será que nele deu?, Consuelo de Castro por Only You, Marta Goes, por Um Porto para Elizabeth Bishop e Alcides Nogueira por Pólvora e Poesia. Direção: Eduardo Tolentino por Os Órfãos de Jânio, Marco Antônio Rodrigues por Copenhagen, Márcio Aurélio por Pólvora e Poesia e Eduardo Tolentino por Major Bárbara. Ator: Francarlos Reis por Abajur Lilás, Norival Rizzo por Os Órfãos de Jânio, Brian Penido por Major Bárbara e Leopoldo Pacheco por Pólvora e Poesia. Atriz: Malu Pessin por Os Órfãos de Jânio; Clara Carvalho por Os Órfãos de Jânio; Cleide Queiróz por Gota D Água; Ana Lúcia Torre por Rose Rose. Cenário: Sylvia Moreira por Tio Vânia e Antes do Café, Ulisses Cohn por Copenhagen, Márcio Medina por Um Trem Chamado Desejo e Daniela Thomas e André Cortez por Nostalgia. Figurino: Lola Tolentino por Os Órfãos de Jânio, Cláudia Schapira por Bartolomeu, que será que nele deu?, Gabriel Vilela e Leopoldo Pacheco por Gota D Água, Reinaldo Lourenço por Antiga. Iluminação: PH por Copenhagen, Rodolfo Garcia Vasques por Retábulo de Avareza, Luxúria e Morte, Wagner Freire por O Evangelho Segundo Jesus Cristo e Rodolfo Garcia Vasquez por Sapho de Lesbos. Música: Chico Buarque e Edu Lobo por Cambaio, Tunica por Gravidade Zero, Tim Rescala por Um Trem Chamado Desejo e Babaya, Ernani Maletta e Fernando Muzzi por Gota D Água. Categoria Especial: Maria Thereza Vargas e Sábato Magaldi pelo livro Cem anos de Teatro em São Paulo, Curadoria do Carlton Arts por ter programado The Far Side of The Moon de Robert Lepage, Ágora, pelo pr