iG - Internet Group

iBest

brTurbo

10/12 - 03:47 A Fazenda: Em atividade, peões contam histórias de arrepiar A Fazenda: Em atividade, peões contam histórias de arrepiar  

A Record exibiu na noite de quinta-feira (09), a atividade que a produção propôs para os confinados na noite de quarta-feira (08). O objetivo era contar histórias, verídicas ou inventadas, que provocassem medo nos colegas.

Na sede estavam reunidos Lizzi, Luiza, Carol e Sérgio Abreu. A assistente de palco iniciou a brincadeira: “Eu estava sozinha no meu apartamento e ouvia um barulho. Fui ver se era a porta da sacada e depois descobri que era o lustre. Logo imaginei que era o vizinho de cima que estivesse dando uma festa ou pulando. Então liguei para o zelador e reclamei, mas ele me disse que o vizinho havia morrido há uma semana e ninguém mais morava lá”.

Carol contou uma história sobre a irmã. Disse que estava assistindo televisão com a mãe e de repente viu a irmã passar no corredor. “Eu comecei a chamá-la, mas ela respondia. Quando fui ver, ela estava roncando na cama. Fiquei toda arrepiada”, lembrou.

- Reprodução
Atividade reúne peões na varanda

Atividade reúne peões na varanda

Depois foi a vez de Luiza. A peoa que gosta de fazer mochilão e viajar sozinha, contou que sofreu em Atenas (Grécia). Ela contou que ralou para achar u m lugar para ficar, até que hotel bem podre. “O cara da recepção só falava grego e eu só falava inglês, mas consegui fechar com ele o quarto para eu dormir”. A apresentadora voltou no albergue para pegar informações turísticas e foi instruída a sair do hotel, pois lá só dormiam prostitutas e meninas para serem vendidas. “Eu fiquei lá no quarto e o telefone não parava de tocar e eu não entendia o que o cara falava. Então desci e vi três homens bem rústicos, fortes, barbudos, que me olharam de uma forma que me deu muito medo. Eu corri paro quarto, coloquei todos os móveis na porta, esperei o dia clarear e fui embora correndo”.

Sérgio também tentou causar medo nos colegas, contando que morava com uma pessoa numa casa e ela começou a falar dos traumas do relacionamento deles. “Ela falava com tanta força, veemência que a energia ficava mais quente. Eu só a ouvia falar dos acontecimentos mais complicados, quando comecei a sentir um cheiro de queimado. Fui à varanda e me deparei com um tapete branco que estava pegando fogo e não havia nada para acontecer isso. Eu tirei até fotos para ter certeza do que eu estava vendo”.

Na varanda da Casa da Roça estavam Daniel e Janaina. O modelo contou que ele, a namorada e a irmã fecharam as portas do apartamento e apagaram as luzes para assistirem ao filme “Seven - Sete Pecados Capitais”. “De repente, a poodle, que estava dormindo, levantou com tudo e começou a rosnar para a escuridão. Aí a porta do quarto abriu com tudo, com o clarão do pôr-do-sol diretamente na Natasha (poodle), e somente nela”.

Janaina contou que numa certa noite que ela, a irmã e a avó estavam dormindo em quartos separados, quando a jornalista teve um terrível pesadelo com vários gatos a sua volta. “Comecei a gritar no meio da noite, assustando minha irmã e minha avó. Minha irmã pensou que eu estava vendo espíritos e também começou a fazer escândalo e a gritar. Já minha avó, que não enxergava muito bem, ouviu a gritaria e pensou que estivesse acontecendo um assalto e também passou a gritar”. disse. Após acenderem as luzes, Janaina revelou que teve apenas um pesadelo.

MAIS: Depois da atividade, peões ganham sessão de cinema

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG
Topo
Contador de notícias